Julie Fank do De Mochila

Professora de português por formação e viajante “De Mochila” por paixão, considero escrever sobre mochiladas meu mais recente hobby, influenciado também pelo fato de estudar literatura. Atualmente sou mestranda em Letras e seguir a carreira a acadêmica é inevitável, mas a paixão pela escrita e por viagens rouba um grande espaço na minha vida. Nascida em Cascavel-PR, com uma infância e adolescência nômades, morei no Tocantins e em Goiás e fui obrigada a ter no meu currículo também o quesito “facilidade de adaptação” – pré-requisito para qualquer viajante de carteirinha. Esse nomadismo não foi de todo positivo, mas me proporcionou experiências únicas, como viver em meio ao boom de crescimento de um estado com menos de 20 anos e em uma pequena cidade com pouco mais de dois mil habitantes, no interior de Goiás, sobrevivendo à base de leite entregue na porta em carroças, que vinham logo pela manhã receber as garrafas de vidros limpas e trocá-las por outras abastecidas de leite fresco – isso em pleno século XXI!

Experiências como essas e outras como capotar o carro na (quase) fronteira da Argentina com a Bolívia sem saber muito o que fazer com os restos de um carro de ponta-cabeça e toda a tralha no meio de um deserto são algumas das experiências que carrego na bagagem não só como mochileira, mas como pessoa, porque, como prega o nosso blog, viajar “de mochila é mais que viajar, é um estilo de vida!”. Mas confesso que, ao mesmo tempo em que sou “zicada” por natureza, no meio de tempestades como essa sempre apareceram oportunidades para delas eu encher vários copos d’água e, de quebra, conhecer pessoas interessantíssimas – algumas das quais viraram grandes amigos, mesmo em outros estados ou países.

E foi escrevendo sobre uma dessas viagens que fui parar no De Mochila, um blog de viagens criado em 2008, por Gabriel Kamiya e André Fetterman, ambos mochileiros cujo objetivo era compartilhar experiências e pontos de vista sobre os mais diversos assuntos relacionados ao “turismo autônomo”. Desde então, o blog, diz o Gabriel, ganhou um “toque feminino” com a entrada de duas editoras: Lana Rocha e, eu mesma, Julie Fank. Com seu crescimento, o blog ganhou também muitos leitores e colaboradores que enviam seus relatos e matérias sobre os mais diversos assuntos relacionados a turismo. Concorreu ao prêmio BlogBooks 2011 e ficou entre os 100 melhores blogs de turismo no concurso Peixe Grande. O De Mochila é destinado a todos aqueles que desejam compartilhar suas aventuras e botar a mochila nas costas para conhecer o mundo sob um outro ponto de vista.

Escutando oportunamente a trilha sonora do “Into the wild”, confesso que estou superansiosa com o que nos aguarda nessa aventura por Foz do Iguaçu, tão pertinho e – às vezes – pouco valorizada por nós paranaenses. Será uma ótima oportunidade de conhecer outros blogueiros viciados em viagem como a gente e trocar figurinhas e experiências sobre os próximos destinos (sempre tão difíceis de serem listados!). O BlogTur é sem dúvida uma iniciativa louvável e de muito empenho por parte do site Trilhas e Aventuras e merece, além da nossa presença fazendo de tudo para que ele aconteça e seja um sucesso, os parabéns de toda a nossa equipe! Fiquei muito feliz em poder representar o De Mochila nessa empreitada! Não vejo a hora de colocar a mochila nas costas e partir pra aí, encontrar esta galera animada pra aventura! Adrenalina à flor da pele!

Minha “Ficha Social”

Nome: Julie Fank (23 anos)
Mora em Cascavel (PR)
Site – http://www.demochila.com.br
Twitter – http://www.twitter.com.br/juliefank
Facebook – http://www.facebook.com/juliefank
Orkut – http://www.orkut.com.br/juliefank